Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 

Tipos de dietas terapêuticas

A dietoterapia é uma ferramenta da saúde e, em especial, do profissional nutricionista, que usa dos alimentos para o tratamento e prevenção de enfermidades, levando ao organismo a adquirir os nutrientes necessários para a boa performance e saúde. Existem vários tipos de dietas terapêuticas, adotadas de acordo com a enfermidade do paciente:

 

Dieta Hiposódica: pobre no eletrólito/mineral Sódio (Na), presente em todos os alimentos, em maior quantidade no Cloreto de Sódio (NaCl), o sal de cozinha. É indicada para hipertensos e cardiopatas.

Dieta Hipercalórica: rica em energia, que tem o objetivo de prevenir e tratar principalmente a desnutrição.

Dieta Hiperprotéica: Dieta rica em proteínas, usada também nos casos de desnutrição, em pacientes traumatizados como os queimados, pós cirurgia bariátrica, etc.

Dieta Hipoprotéica: pobre em proteínas, indicada para portadores de insuficiência renal e cirrose hepática.

Dieta Hipoglicídica: pobre em glicídios (carboidratos ou açúcares) é indicada, por exemplo, para  diabéticos.

Dieta Hipolipídica: pobre em gorduras, principalmente saturadas, indicada para pacientes com hipercolesterolemia e obesos.

Dieta Hiperlipídica: com uma boa quantidade de gorduras, principalmente de Triglicerídeos de Cadeia média (TCMs), geralmente indicada para tratamento de desnutrição grave.

As dietas quanto a consistência podem ser divididas em:  Normal; Branda (fácil de se mastigar, deglutir e digerir); Pastosa (purês e papas) e Líquida.

 
Rua Liberato Bittencourt, 1914 sala 306/307
Edifício CCS - Estreito - Florianópolis/SC
DESENVOLVIDO POR