Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 

Implantes

Os implantes dentais são pequenos dispositivos artificiais, geralmente de titânio, que se inserem no osso do maxilar. Possuem forma cilíndrica e tamanho reduzido similar ao de uma raiz de um dente natural.

Sobre o implante ósseo se assentará uma coroa protética, em cerâmica,  restituindo função e estética antes comprometida com a ausência dental.

 

Os implantes odontológicos são indicados como substitutos de dentes perdidos, agüentam forças mastigatórias recuperando função e saúde. Não são a única modalidade de tratamento reabilitador existente, mas representam, certamente, a 1ª alternativa a ser considerada na atualidade. 

O grau de rejeição de um implante é mínimo, o titânio é resistente e biocompatível (aceito pelo organismo) e o êxito desta operação, quando bem planejada e executada, se dá em 95% dos casos.

O protocolo de um sistema de implante envolve duas etapas distintas: 

•  A etapa cirúrgica - quando são instalados os parafusos ou cilindros (implantes).

A instalação de um implante demora cerca de 30 minutos, porém pode variar de acordo com a complexidade do caso e a necessidade de procedimentos adicionais, como os enxertos. O processo é realizado sob anestesia local e o pós-operatório é controlado por medicamentos para que não haja dor.  De uma forma geral, em poucos dias o paciente volta a suas atividades normais.

•  A fase protética - quando da elaboração da prótese sobre o implante ou implantes. 

Em casos especiais, os implantes podem ser realizados logo após extrações e serem colocados os dentes na mesma sessão mas, de uma forma geral, coloca-se o “parafuso” e espera-se que haja a osteointegração (conexão rígida entre o tecido ósseo integro vivo e a superfície de um implante) que leva de 4 a 6 meses para se concretizar. Durante este período o paciente poderá usar uma prótese provisória mas sem apoio no implante.

Passado o tempo de espera, monta-se sobre a raiz de titânio a coroa artificial definitiva que restabelecerá a estética e a função, se assemelhará a um dente natural e poderá durar, com os controles rígidos de higiene oral e visitas de manutenção, toda uma vida.

Os implantes podem ser múltiplos e servirem de apoio a próteses extensas ou até totais.

 
Rua Liberato Bittencourt, 1914 sala 306/307
Edifício CCS - Estreito - Florianópolis/SC
DESENVOLVIDO POR